[Universo Paralelo] - Byakuya x Dante

    Compartilhe
    avatar
    ~Cartola
    ADM
    ADM

    Localização : Maracanã

    Status
    Nome: Syn
    Nick Oficial: Youma de Mephistofeles
    Nick Secundário: --

    [Universo Paralelo] - Byakuya x Dante

    Mensagem por ~Cartola em Dom Jun 09, 2013 4:07 pm

    Universo Paralelo - (09/06/13)



    Byakuya Kuchiki

    VERSUS


    Dante Sparda

    Enredo
    Byakuya resolve ir ao Mundo dos Humanos, a fim de completar uma missão. Entretanto, acaba esbarrando em Dante, filho de Sparda, cujo objetivo é exterminar qualquer raça desconhecida que pisar em solo terrestre!

    Regras Básicas:
    - Não há limite de posts.
    - Não há Juiz.
    - Luta TOTALMENTE narrativa. Contamos com o bom senso de ambos os jogadores.
    - Divirtam-se! A noite é uma criança e a madrugada é um adolescente :satanas:


    _____________________

    avatar
    ~Cartola
    ADM
    ADM

    Localização : Maracanã

    Status
    Nome: Syn
    Nick Oficial: Youma de Mephistofeles
    Nick Secundário: --

    Re: [Universo Paralelo] - Byakuya x Dante

    Mensagem por ~Cartola em Dom Jun 09, 2013 6:06 pm

    No fundo, todo o passado é um erro para cada um de nós. E como ninguém é capaz de aceitar corajosamente os erros e de fazer deles um roteiro de sinceridade, contorna-se o problema desta ingênua maneira: recomeçar. Sem nos querermos convencer de que nada pode deixar de ser como é, porque continuamos os mesmos e, só errado, o caminho é bonito e nos apetece. Recomeçar uma, duas, cinquenta vezes, e chegar à meta com este lamento hipócrita na boca: "Não se tornar um outro alguém."



    [...]

    Demônios? Tsc... Pífio pensar que criaturas lendárias vagam entre nós. Na realidade, o mundo mergulhou em um abismo de devaneios de uma forma tão uniforme que para emergir seria preciso uma lavagem mental, política e social entre nós, seres humanos. E cai entre nós, isso não irá acontecer.

    Londres - Inglaterra

    Fazia uma noite impetuosa, tal que trazia um tom gélido ao ambiente. A lua seguia inefável no céu, pelo menos por enquanto. As monções vindas do sul mesclavam-se, resultando em nuvens carregadas que pouco a pouco se aglomeravam em volta do único satélite natural terrestre.

    As ruas de Londres pareciam desertas. Realmente, a noite nos remete ao perigo. Escuridão, silêncio... Besteira! O pequeno bar estava aberto, trazendo de forma uníssona os dois pequenos sinos que ecoavam a medida que a porta principal era aberta. Já se fazia um tempo desde a sua chegada e, por mais que a primeira taça de Sunday de Morango ainda não tivesse sido ingerida por completo, a noite traria algumas surpresas.




    - Perdoe-me... Royal Straight Flush. - Vociferou o rapaz sentado a direita, enquanto repousava a mão vencedora próxima ao corpo. Estava feliz, afinal, havia esgotado as fichas do adversário.

    - Tudo bem. Eu, como perdedor esta noite, lhe pagarei um belo banquete. O outro jogador se ergueu, rumando à mesa do bar, donde Dante repousava. O sorriso sádico poderia ser visto de costas, uma vez tendo o jovem "preso" em seu campo de visão. Tossiu levemente enquanto pronunciava sua sentença, sucinto e cheio de si. - Quem sabe uma alma humana com geléia?! -



    Não houve reação. O sibilar da bala prateada rompeu a barreira do som facilmente, sem labuta, sem obstáculos. Não apenas atravessou a testa daquele homem, como também ricocheteou a janela na parte superior à porta dos fundos. O tronco daquele cadáver cambaleou alguns passos para trás até tombar próximo ao companheiro de jogo. Mas não havia acabado a carnificina...

    Dois segundos bastaram para que Dante tomasse a vida de outros dois ali presentes. O jogador do Royal Straight Flush fora acertado no lóbulo frontal, caindo sobre a mesa. O Barman, inerte na cena em questão tentou fugir de forma covarde. Não obstante, a bala perfurou seu baço antes mesmo que pudesse suar em agonia. O último gole daquele magnífico Sunday de Morango fora tragado, resultando em um leve suspiro. Estava cheio e precisava descansar.




    - Na próxima vez que eu pedir um Sunday de Morango... Não esqueça de me oferecer a maldita calda. - Bradou aos mortos enquanto sua pistola Ebony era guardada em um dos bolsos internos do jaleco rubro. A noite realmente era uma criança. Ou um Demônio, se preferir...




    OFF:
    Tópico introdutório básico, sem prolongar muito. Bom jogo para nós, safada :satanas:


    _____________________

    Re: [Universo Paralelo] - Byakuya x Dante

    Mensagem por Alucard Oãset em Dom Jun 09, 2013 6:27 pm

    Quando ele parava para pensar, as fronteiras entre a vida e a morte eram extremamente tênues. Ali, na Soul Society, ele estava morto... e ao mesmo tempo vivo. De fato, isso sim era um oxímoro, mas Byakuya se permitia ignorar tal "detalhe".





    Ele gostava de ir ao túmulo de Hisana.

    Era o único lugar da Soul Society onde ele se sentia... livre. Onde não era o 35º líder da Família Kuchiki ou o capitão do 6º Esquadrão. O único lugar onde ele era...

    ...Byakuya.

    Isso também o lembrava de sua "irmã", Rukia, a quem ele jurara proteger e cuidar no leito de morte da esposa. Seu juramento foi o que o motivou a e reunir com os taichous e pedir-lhes que não dessem promoções a Rukia, já que, quanto maior o escalão do Shinigami, maior é o perigo enfrentado em suas missões. Ele já vira o valor de Rukia em batalha e se perguntava se ela não podia começar a andar com as próprias pernas...

    Do nada, uma mísera alteração no reishi chama a sua atenção. Era uma Jigokuchou, do Comandante Yamamoto. Uma missão, no mundo dos humanos.

    Byakuya suspirou. Pôs Senbonzakura em seu local de costume (ele sempre se sentia mais seguro com a zanpakutou junto a si) e se preparou para atravessar o Senkaimon.

    ---

    Aparentemente, a missão do Taichou era num lugar chamado Londres e devia ser sobre uma atividade anormal das almas. Fora enviado já que não se sabia se podia ser coisa dos Arrancars do Aizen e, na melhor das hipóteses, ele poderia cuidar desse tipo de situação.

    Não levara gigai. Achara mais adequado não. Assim, não precisaria perder tempo caso precisasse lutar. O tempo que gastaria para sair de seu gigai poderia serde grande utilidade ara seu inimigo armar uma emboscada. Um homem prevenido vale por dois.

    Ele andava por um lugar extremamente sujo e desorganizado. "Provavelmente aquele efeminado do 11º Esquadrão tivesse um ataque ao ver isto", pensa, com um sorrisinho mínimo, imperceptível. Mas logo se recompõe. Pois vê algo que lhe chama a atenção.

    Era um homem.

    Devia ter uns vinte e tantos anos, ou uns trinta e poucos. Levava um objeto grande nas costas e vestia um jaleco vermelho, com botas e detalhes pretos. Possuía cabelos pretos e olhos um tanto quanto estranhos.

    Olhos que o fizeram lembrar os olhos de Zaraki Kenpachi.

    Byakuya se repreende mentalmente. Ele era um humano. Não havia nada de especial nele. Provavelmente ele estava sendo cauteloso demais. Mas ele se lembrou de uma de suas primeiras lições na Shin-Ou Reijutsuin: "Confie em seu instinto numa batalha. Às vezes, ele é melhor para se vencer do que uma espada."

    E o instinto de Byakuya lhe dizia para ser cauteloso.

    ... Afinal, nunca se sabe quando se encontra um Kenpachi de plantão, não é?

    avatar
    ~Cartola
    ADM
    ADM

    Localização : Maracanã

    Status
    Nome: Syn
    Nick Oficial: Youma de Mephistofeles
    Nick Secundário: --

    Re: [Universo Paralelo] - Byakuya x Dante

    Mensagem por ~Cartola em Dom Jun 09, 2013 7:29 pm




    O sibilar agudo da Rebellion arrematou e rasgou o vento, atravessando o corpo do Demônio como uma faca cortando manteiga. Os dois pedaços do seu corpo tombaram sobre o monte de corpos, cada um para um lado distinto, enquanto a sua coluna cervical se destacava como uma estaca daquele túmulo enlameado em sangue.

    Dante permaneceu impassível, mergulhado em seu desejo doentio pelo extermínio daqueles seres. Absoluto, mas o sorriso em tom de escárnio revelava o lado criança do jovem. O tilintar do gume da espada repousou o solo de forma a ecoar a vibração através daquele beco. Os corvos que por hora sobrevoavam os corpos em decomposição recuaram. Aquele banquete podia esperar.




    - Estou perdendo meu programa de televisão preferido por causa de vocês, coisas feias. - Demonstrava estar mais preocupado com desejos inúteis do que salvar a Terra daquelas criaturas. E de fato, estava. A rotina havia o atingido e por mais que vivesse aquém da normalidade, estava acostumado.

    Não teve tempo de romper marcha rumo ao seu trailer. Fora surpreendido pela chegada de um homem cuja aparência lembrava um Monge. Kimono, cabelos longos e negros como o ébano. Parecia de certa forma perdido, fora de seu Universo. Dante bocejou em sequência. Apresentava olheiras, provenientes da longa noite de bebedeira que teve outrora. Sua vida havia tomado um rumo desvirtuoso, mas parecia não se importar, afinal, a juventude deveria ser aproveitada ao máximo e ficar a mercê de uma carnificina não era bom para sua auto estima.




    - Acho que o senhor se perdeu. A igreja fica para aquele lado... - Debochou de certa forma. Apontou o dedo para a direção da Igreja mais próxima, enquanto dava meia volta, tornando a ficar de costas para aquele "visitante". Não demonstrava perigo algum, um ser religioso cambaleando sem rumo na madrugada gélida. Deveria ser um bêbado vagando a procura de outra bebida alcoólica.

    Os seres humanos são realmente desprezíveis.





    _____________________

    Re: [Universo Paralelo] - Byakuya x Dante

    Mensagem por Alucard Oãset em Dom Jun 09, 2013 7:49 pm

    De fato, aquele homem lembrava (e muito) Zaraki. Era a mesma infantilidade, a mesma sede por lutas que Kuchiki conseguiu ler em seus olhos.

    E, dentro de poucos segundos após o contato visual entre ambos, uma série de seres deformados (autênticos demônios, já que não pareciam ser Hollows ou Arrancars) apareceu. Bem, Byakuya cuidaria daquilo com, no máximo, a sua Shikai, apesar de que um Byakurai e um Shakaho bem direcionados cuidariam disto.

    Porém, antes que o Taichou recitasse o encantamento...

    - Estou perdendo meu programa de televisão preferido por causa de vocês, coisas feias. - disse o Kenpachi Jr. depois de cortar um demônio ao meio. Fez uma anotação mental para se informar sore o que era "programa de televisão" assim que retornasse à SS. Mas não iria se preocupar com isso por enquanto.

    Pois o mini-Kenpachi (já que Zaraki era no mínimo meio metro mais alto que ele) finalmente notou a presença de Byakuya.

    - Acho que o senhor se perdeu. A igreja fica para aquele lado... zombou, apontando para o lado onde havia uma igreja, se virando e saindo despreocupadamente. Apesar de Byakuya ter se surpreendido com o fato de um humano tê-lo notado, ele não esperava tal zombaria. Com o orgulho se sobrepondo à surpresa, ele usou o seu Shunpo e ficou cara-a-cara com o mini-Kenpachi.



    - Me perdoe? - sua voz era educada como a de um diplomata, macia como veludo, fria como gelo e afiada como uma espada



    - Não creio ter escutado direito. Você está zombando de mim ou... - o taichou desembainhou Senbonzakura -... já quer saber como é a vida após a morte?




    Spoiler:
    Desconsiderar o Zommari na última foto ^^
    avatar
    ~Cartola
    ADM
    ADM

    Localização : Maracanã

    Status
    Nome: Syn
    Nick Oficial: Youma de Mephistofeles
    Nick Secundário: --

    Re: [Universo Paralelo] - Byakuya x Dante

    Mensagem por ~Cartola em Dom Jun 09, 2013 9:01 pm


    Dante estava sem paciência. Maldita hora em que aquele ser prostrou-se em seu caminho. Estava perdendo seu programa televisivo favorito e de quebra, estava passando frio naquela noite gélida, talvez a mais fria do ano. Deu "chance" ao homem de se comunicar, ainda que breve.



    - ... Você está zombando de mim ou já quer saber como é a vida após a morte? - Proferiu em alto e bom tom. Não havia sequer indícios de um ataque repentino, visto o movimento lento para retirar a espada de sua bainha. Apenas fitou o jovem Dante, agora frente a frente.

    Dante não se surpreendeu, tampouco esboçou alguma reação. Interrompeu sua caminhada, tornando a fitar o ser desconhecido com um rápido movimento ocular enquanto a espada inimiga apresentava-se a centímetros de seu rosto. Caso respirasse com maior ímpeto, corria o risco de ser perfurado, tamanha precisão daquele "Samurai Monge". Sua expressão se condensou, estava começando a perder a paciência. Se conteve, por algum tempo.




    - Cara, na boa... Saia da minha frente, estou trinta minutos atrasado e o programa de televisão não passará novamente. -

    Do amontoado de corpos à direita, as duas partes do corpo do último Demônio exterminado se rearranjaram. A parte de cima voltou à consciência, grunhindo ligeiramente de dor. Tomou para si novamente as suas entranhas, num bochecho de impaciência; na verdade, aquele ritual para ele era algo tão comum quanto um passeio ao final da tarde. Espalhando uma mancha de sangue, arrastou-se medonhamente até a outra metade do seu corpo, encaixando-a embaixo de si.

    Mas durou pouco. Dante grunhiu em desdém enquanto a bala prateada rompeu marcha de sua Ebony, repousando apenas com o impacto entre a mesma e o crânio daquele monstro, no qual explodiu em milhões de pedaços, tendo alguns destes caindo ao lado do inconveniente ser a frente do jovem Caçador de Demônios.




    - Este é meu hobby, ou trabalho, se preferir. Como deve ter percebido, não tenho tempo para você, portanto volte à Igreja e reze por estas almas sujas que ousam interromper meu tempo livre. - Tornou a se deslocar para a esquerda, a fim de desviar do corpo inerte daquele homem. Sua espada ainda repousava na mão direita. Todo o cuidado é pouco, até mesmo para Dante.



    _____________________

    Re: [Universo Paralelo] - Byakuya x Dante

    Mensagem por Alucard Oãset em Ter Jun 11, 2013 5:17 pm

    Olímpico, o Taichou ignorou o Kenpachi Jr. e os demônios. Se eles o incomodassem, um Soukatsui resolveria tudo.

    - Cara, na boa... Saia da minha frente, estou trinta minutos atrasado e o programa de televisão não passará novamente. - disse, antes que um daqueles demônios se curasse e investisse para cima dele. Mas ele, com uma calma estranha, de quem faz aquilo sempre, sacou uma arma estranha e disparou contra o crânio da criatura, estilhaçando-o.

    - Este é meu hobby, ou trabalho, se preferir. Como deve ter percebido, não tenho tempo para você, portanto volte à Igreja e reze por estas almas sujas que ousam interromper meu tempo livre. - disse com maus modos para Kuchiki, que se irritou de verdade ao ver aquele pirralho lhe ditando regras, como se não fosse nada.

    Com o ego se sobrepondo à razão, Byakuya, bem lentamente, embainhou a espada e tornou a avançar com seu Shunpou, usando sua técnica predileta: Senka. O intervalo fora desde o momento que a tsuba da espada se encaixou na bainha até o ataque em si: não mais que alguns milésimos de segundo.

    Com a precisão habitual de um cirurgião, atacou o Saketsu e o Hakusui dele num só ataque. Ele atacou frente e costas ao mesmo tempo. Será que o pirralho conseguiria revidar?


    _____________________

    avatar
    ~Cartola
    ADM
    ADM

    Localização : Maracanã

    Status
    Nome: Syn
    Nick Oficial: Youma de Mephistofeles
    Nick Secundário: --

    Re: [Universo Paralelo] - Byakuya x Dante

    Mensagem por ~Cartola em Qua Jun 12, 2013 8:31 pm

    O impacto atingiu o ápice instantaneamente, suficiente para deslocar Dante alguns metros para trás. Não estava esperando este movimento retrógrado, pelo contrário, aquele ser a sua frente não havia demonstrado sinais de uma possível agressão. Algo estava errado, como tudo aquilo ocorreu imperceptivelmente?





    - Pelo visto você não quer me deixar em paz... Porra, essa doeu! - Grunhiu em desdém ao passar a mão esquerda lentamente sobre o peito. O impacto concentrou a energia cinética em sua totalidade na parte torácica, explicando o enorme hematoma.

    Dante havia se recomposto. Voltou o cenho ao homem que a pouco o atacou brutalmente. Pensou em se indagar sobre o ocorrido, mas a forte dor veio à tona novamente, trazendo-o para o mundo real. Caminhou um passo a frente, enquanto o punho rijo ao tórax sacou de dentro do jaleco rubro, sua querida Ebony. Carregada e engatilhada.



    - Não sei quem é você, nem o que quer de mim. Mas já vou avisando... Você não faz meu tipo. - A frase ecoou sonora, prazerosa, dedilhando os seus próprios ouvidos como o arfar do demônio que assim se julgava. Chacoalhou o próprio punho a esmo, livrando-se de pequenos fiapos provenientes de sua vestimenta.

    A bala prateada seguiu o ritmo frenético rumo ao adversário. O vento não serviu de empecilho, não obstante, apenas aumentou a velocidade final desta. Os números estavam ao seu favor, pelo menos por enquanto. Os pássaros paravam de cantar, o vento parava de uivar, as folhas das árvores interrompiam o seu bolero sem fim... O poder da morte havia chegado ao mundo dos homens, obstinado a corromper de uma vez por todas aquela terra sacra. Dante estava preparado para acabar com aquele infeliz. Mesmo que isso o fizesse perder o seu programa de televisão.



    "Depois de tudo isso, vou precisar de uma cerveja. Ou duas."




    _____________________

    Re: [Universo Paralelo] - Byakuya x Dante

    Mensagem por Alucard Oãset em Sex Jun 14, 2013 7:17 pm

      Pelo visto você não quer me deixar em paz... Porra, essa doeu! - disse, depois do golpe. Na verdade, Byakuya focou pouco menos da energia que costumava usar. Piedade? É, pode ser.




      O fato era que logo ele fora jogado para trás, com um enorme hematoma no peito. Byakuya nem sequer suou para usar aquela técnica. Afinal, ele era um especialista nela.


       - Não sei quem é você, nem o que quer de mim. Mas já vou avisando... Você não faz meu tipo. - disse, pegando a mesma arma que usara contra o demônio e disparava. O vento estava contra às suas costas. Não havia como aquilo dar errado.




      E o pequeno Kenpachi viu quando Byakuya caiu com o projétil prateado lhe furando a testa...




      ... para apenas se revelar no haori vazio do capitão.


       - O que foi? - perguntou, com um mínimo de escárnio em sua voz - Sua arma não é tão boa quanto pensava ser? - completou, com a lâmina da espada no rosto do pirralho.

    Conteúdo patrocinado

    Re: [Universo Paralelo] - Byakuya x Dante

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Nov 24, 2017 9:51 pm